Michael Jordan lamenta morte do “irmão mais novo” Kobe Bryant

Michael Jordan lamenta morte do “irmão mais novo” Kobe Bryant

 antigo jogador da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) Michael Jordan lamentou no domingo a morte do seu “irmão mais novo” Kobe Bryant, referindo que se tratava de um “feroz competidor” e de um pai “fantástico”.

O norte-americano Kobe Bryant, 41 anos, considerado um dos maiores jogadores de sempre NBA, morreu no domingo na sequência de um acidente de helicóptero em Calabasas, que vitimou outras oito pessoas, entre elas a sua filha Gianna, de 13 anos.




O basquetebolista, conhecido como ‘Black Mamba’ (cobra mamba negra), chegou à NBA aos 17 anos e jogou durante de 20 anos nos Los Angeles Lakers, tendo conquistado cinco títulos da NBA e duas medalhas de ouro olímpicos (Pequim2008 e Londres2012). É um dos únicos sete atletas que ultrapassaram a marca dos 30.000 pontos na carreia.

“Estou em choque com as trágicas notícias da morte de Kobe e de Gianna. As palavras não conseguem descrever a dor que sinto. Eu amava o Kobe, era como um irmão mais novo para mim”, referiu Michael Jordan em comunicado.

Jordan, antiga estrela dos Chicago Bulls e para muitos o melhor jogador de sempre da NBA, afirmou que costumava falar muitas vezes com Kobe Bryant, salientando que vai sentir falta desses momentos.

“Ele era um feroz competidor, um dos melhores do jogo e uma força criativa. Kobe era também um pai fantástico que amava a sua família e que tinha muito orgulho no amor da sua filha pelo basquetebol”, acrescenta.

‘Air Jordan’, que conquistou seis títulos na NBA, enviou também as suas condolências à família de Kobe Bryant, aos LA Lakers e a todos os adeptos de basquetebol.

Também o futebolista português Cristiano Ronaldo se juntou aos milhares que publicaram mensagens de condolências à morte morte do antigo basquetebolista.

“Estou muito triste por saber as notícias devastadoras da morte de Kobe e da sua filha Gianna. Kobe era uma verdadeira lenda e uma inspiração para muitos. Envio as minhas condolências à sua família e às famílias de todos os que perderam a vida no acidente”, disse, numa mensagem na rede social Instagram.

O futebolista argentino Lionel Messi também se manifestou na mesma rede social, enviando os seus sentimentos à família.

“Não tenho palavras… Todo o meu carinho para a família e amigos de Kobe. Foi um aprazer conhecer-te e partilhar bons momentos juntos. Partiu um génio como poucos”, escreveu.

Em abril de 2016, Kobe disputou a sua última partida na NBA, na qual marcou 60 pontos frente aos Utah Jazz, e tornou-se o jogador mais velho a anotar pelo menos 50 pontos num jogo na NBA.

Close Menu
Right Menu Icon