Bolsa de dívida negociou 874 mil milhões de kwanzas em 2019

Bolsa de dívida negociou 874 mil milhões de kwanzas em 2019

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) negociou nos mercados 874 mil milhões de kwanzas (1,6 mil milhões de euros), em 2019, entre obrigações e bilhetes de tesouro, mais 10% em relação a 2018, foi hoje anunciado.

Segundo o presidente da comissão executiva da BODIVA, Ottoniel dos Santos, a instituição também consolidou, em 2019, mais de 11.400 contas na sua central de custódia o que garante “maior fluidez” para o emitente ou outro interessado em negociar nos mercados.

O responsável, que falava hoje em conferência de imprensa de lançamento do Relatório Anual dos Mercados BODIVA, previsto para 05 de março próximo, adiantou também que a nível da sua central de valores mobiliários registou três desmaterializações de instituições bancárias.

De acordo com a Bolsa angolana, os bancos Prestígio, Banco Yetu e BAI Microfinanças decidiram no ano passado creditar nas suas contas de negociação os seus números de títulos no formato eletrónico.

Para Ottoniel dos Santos, as referidas ações indicam a “evolução gradativa da BODIVA enquanto gestora do mercado e, particularmente, a evolução do mercado em si”.




O presidente da comissão executiva da instituição deu conta igualmente que o montante de dívida custodiado nos mercados BOVIDA tem vindo a “aumentar anualmente” pelo facto de a dívida emitida pelo Estado, anteriormente gerida pelo banco central, estar agora sob gestão da Bolsa.

“E ao passar para a BODIVA, esta variável aumenta de valor, mas do ponto de vista nominal se acompanharmos o montante negociado na BODIVA todos os anos a negociação está a aumentar porque é o valor que é transacionado de um membro para outro”, acrescentou.

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola conta atualmente com 22 membros, entre eles 20 unidades bancárias.

Questionado sobre o desempenho dos membros nos mercados regulamentados, o responsável apontou o Banco Económico, o BAI, Millennium Atlântico, BFA e o Standard Bank como os cinco maiores bancos que transacionam nos mercados BODIVA.

Os referidos bancos são responsáveis por 65% do montante negociado a nível da sociedade gestora dos mercados regulamentados de Angola.

Além do lançamento do Relatório Anual dos Mercados BODIVA, a comissão executiva do órgão, no âmbito das suas ações para 2020 e 2021, vai igualmente lançar uma revista que deve compilar o desempenho do mercado e seus membros para o conhecimento geral.

Permitir que os cidadãos tenham noção do trabalho dos membros durante a negociação dos valores mobiliários e a sua evolução constituem um dos fundamentos da produção e lançamento do magazine.

A BODIVA propõe ainda em atribuir prémios de performance aos membros do organismo e demais atores que intervêm nos mercados de valores mobiliários por si geridos.




Close Menu
Right Menu Icon