COVID-19: CFL reduz viagens diárias

COVID-19: CFL reduz viagens diárias

Os caminhos – de – Ferro de Luanda (CFL) reduziram de 17 para oito as viagens diárias, uma diminuição na ordem de 30 por cento da circulação de comboios, no quadro das medidas preventivas do Covid-19.

Segundo uma nota dos CFL a que  Angop teve acesso nesta quarta-feira, ficam suspensos os serviços de circulação dos comboios para a estação da Baia, e o de médio curso, para o município do Dondo (Cuanza Norte) será também paralisado no próximo sábado (28).

A circulação do comboio de longo curso  Luanda/Ndalantado (Cuanza Norte) até Malanje vai permanecer, para assegurar os serviços mínimos, refere a nota.

O documento acrescenta que será reduzido o número de passageiros por cada carruagem, sendo que os da 3ª classe passam de 100 pessoas para 50 e os de 2ª classe de 70 para 48 passageiros.

O CFL diz estar a criar, a nível das estações, condições necessárias para os passageiros observarem as medidas de prevenção contra o novo coronavírus, que passa pela lavagem das mãos com água e sabão nas entradas e saídas das locomotivas e a sua desinfestação.




O CFL realiza, diariamente, 17 viagens de comboio suburbano de passageiros, transportando, nos três serviços, pelo menos seis mil pessoas, que pagam 500 kwanzas em primeira classe, 200 na segunda e 30 na terceira.

Além do suburbano, realiza viagens inter-provinciais de Luanda/Cuanza Norte/Malanje.

O CFL tem 424 quilómetros de linha-férrea no troço Luanda/Malanje e 55 no troço Dondo-Zenza (Cuanza Norte), perfazendo um total de 479 quilómetros.

Angola tem, até a presente data, o registo de três casos positivos de pacientes provenientes de Portugal.

Close Menu
Right Menu Icon