Consumo de peixe em Angola acima do recomendado

Consumo de peixe em Angola acima do recomendado

Angola superou os níveis de consumo de peixe recomendado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), ao atingir 22 quilogramas de consumo per capita, acima dos 20 quilogramas recomendado pela FAO.

Em 2014, o consumo de peixe per capita em Angola foi de 19 quilogramas por ano, ao ser consumido 453 mil e 300 toneladas, afirmou hoje, em Luanda, o Chefe de Programas da FAO-Angola, Anastácio Gonçalves.

O responsável, que falava à imprensa no seminário inter-regional de Apresentação de Resultados do Projecto sobre Promoção e Inclusão do Pescado na Merenda Escolar”, afirmou que os números revelam claramente que o consumo de peixe não constitui dificuldades para Angola.

Por outro lado, informou que o mínimo de consumo de peixe recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 16 kg.

Ao se referir ao projecto da inclusão do pescado na merenda escolar, afirmou que visa motivar hábito de consumo do peixe a partir da tenra idade, devido aos benefícios  nutricionais que provêm do consumo deste alimento.

Saudou o Governo angolano por está iniciativa, que visa desenvolver uma estratégia sólida contribuindo para a promoção e valorização do consumo de pescado no país.

Com cerca de mil 650 quilómetros da costa atlântica e com abundantes recursos aquíferos, em Angola captura-se anualmente cerca de 500 mil toneladas.

Close Menu