PR inaugura complexo industrial com 17 fábricas em Benguela

PR inaugura complexo industrial com 17 fábricas em Benguela

O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou neste sábado, em Benguela, um complexo industrial que prevê produzir mil toneladas de produtos da cesta básica por mês.

Com um investimento de cerca de USD 600 milhões, o complexo integra 17 fábricas, 15 das quais voltadas à produção de bens alimentares e duas de bens não alimentares.

Localizada na zona industrial da Taca, no município de Benguela, a iniciativa é uma aposta do grupo empresarial angolano Carrinho.

O projecto visa alavancar o sector agro-industrial com estímulo para o aumento da produção nacional de milho, trigo, cana-de-açúcar, soja, feijão, arroz, carnes.

Essa iniciativa do sector privado visa igualmente contribuir para a redução, em até 60 por cento, da importação de produtos acabados nessa cadeia.

Nesse complexo industrial inaugurado pelo Presidente João Lourenço sobressaem moagens de milho, trigo, entre outros cereais, bem como fábricas de produção de bolachas, bolos, massas alimentícias, leite condensado, papas lácteas e doces.

Completam o complexo industrial as unidades de enchimento de óleo vegetal, produção de maionese, margarina, sabões, sabonetes, ração animal, de processamento de carnes, num total de mil e 300 toneladas/ano.

O complexo está subdividido em duas partes, sendo uma virada para a produção de sólidos e outra para líquidos.

A área para a produção de produtos sólidos está integralmente executada e pronta a laborar, enquanto a parte dos líquidos está executada em 80 por cento, aguardando pela conclusão da instalação de algumas máquinas e recepção da matéria-prima.

Geração de mais emprego em Benguela

Actualmente, a zona industrial conta com mais de 500 postos de trabalho criados, ocupados maioritariamente por jovens recrutados em universidades, institutos superiores e médios politécnicos da região.

O administrador executivo para Finanças do grupo Leonor Carrinho, Samuel Candundo, adiantou que estão projectados 900 postos de trabalho, devendo nos próximos dias arrancar a segunda fase do projecto.

Disse tratar-se de uma fase focada na refinação de óleo vegetal, sabão e no processamento de carnes, que tem 400 postos de trabalho vagos.

A massa alimentar da marca “Tio Lucas” é hoje o mais destacado produto embalado no parque industrial da empresa Leonor Carrinho.

A Carrinho, ex-Leonor Carrinho & Filhos Lda, foi fundada há 25 anos, pela empresária Leonor Carrinho.

Close Menu