Crise na indústria de diamantes deve continuar por algum tempo

Crise na indústria de diamantes deve continuar por algum tempo

A crise que afeta a indústria de diamantes não terminará tão cedo, de acordo com analistas da Liberum Capital Markets, avançou à Bloomberg.

Segundo os analistas, o excesso de oferta de diamantes em bruto, o excesso de estoques de pedras polidas e o aumento das exportações de diamantes sintéticos da Índia, estão a pressionar o preço dos diamantes para baixo.

Tanto as empresas que fazem as escavaçoes como as empresas menos conhecidas que as cortam, polem e comercializam, estão a encontrar grandes dificuldades para escoarem a sua produção. O impacto da baixa de preços afectou toda o sector.

Com excesso de oferta e bancos estão a cortar o financiamento porque muitas transações não são rentáveis.

Para contornar a situação, a De Beers está a oferecer mais flexibilidade a seus clientes, permitindo que eles rejeitem alguns diamantes bruto, e no mês passado reduziu os preços em 5%. A empresa também vem investindo mais dinheiro em publicidade para impulsionar a demanda do consumidor.

Mesmo assim, os analistas prevêem que será necessário mais tempo para uma recuperação do sector, principalmente porque o crescimento da demanda de joias permanece moderado e os diamantes cultivados em laboratório oferecem uma ameaça competitiva adicional.

Close Menu