Nigéria terá 25% dos pobres do mundo sem reformas – Banco Mundial

Nigéria terá 25% dos pobres do mundo sem reformas – Banco Mundial

A economia do principal produtor de petróleo da África deve crescer 2,1% em 2020 e 2021, disse o Banco Mundial em seu relatório sobre economia nigeriana publicado segunda-feira. Isso está abaixo da taxa de crescimento populacional de 2,6%.

O BM instou o presidente Muhammadu Buhari a aumentar a receita doméstica, remover as restrições comerciais e melhorar a previsibilidade da política econômica. Também pediu ao governo que remova os caros subsídios aos combustíveis e reduza os empréstimos do banco central a setores específicos que lotam os bancos.

“O custo da inação é significativo”, afirmou o BM. “Em um cenário de negócios como de costume, onde a Nigéria mantém o ritmo atual de crescimento e níveis de emprego, até 2030, o número de nigerianos que vivem em extrema pobreza poderá aumentar em mais de 30 milhões.”

Cerca de metade dos quase 200 milhões de habitantes da Nigéria vive na pobreza, segundo os dados do BM. No ano passado, a Nigéria ultrapassou a Índia como o país com o maior número de pessoas em extrema pobreza.

A economia da Nigéria ainda está a se recuperar de sua primeira contração anual em 25 anos em 2016, resultante de um colapso nos preços do petróleo. O país pode voltar à recessão se os preços do petróleo caírem em 25%, para US $ 50 por barril, disse o BM.

Fonte: Bloomberg

Close Menu